O peeling é um dos tratamentos mais versáteis para o rejuvenescimento facial.

O peeling químico promove a descamação e a remoção das camadas mais superficiais da pele, após o uso de algum produto químico. O procedimento faz uma verdadeira renovação da pele, descamando e removendo as camadas exteriores danificadas.

Esse processo promove o rejuvenescimento cutâneo, trata melanoses solares, melasma e linhas de expressão. Os resultados podem variar conforme o tipo de peeling escolhido e o número de sessões. Podem ser feitos tratamentos superficiais, médios ou profundos. Os peelings superficiais precisam ser feitos em séries, enquanto os médios e profundos são realizados em aplicações únicas.

O peeling de cristal é feito por um equipamento que utiliza cristais de hidróxido de alumínio na pele, realizando uma esfoliação profunda, chamada de microdermoabrasão, que ajuda na retirada da camada superficial da pele, estimulando a renovação celular. Considerado como um peeling superficial, é indicado para remover marcas e cicatrizes de acne, além de melhorar o aspecto da cútis, tratando cravos, rugas e estrias corporais. Como é um peeling mais leve, pode ser feito em qualquer época do ano.