No último post falamos sobre a Sutura Silhouette, um tratamento minimamente invasivo que não precisa de cirurgia. Esse tipo de tratamento é cada vez mais procurado por quem não está preparado para “entrar na faca”, como dizem. E, por isso, já são várias as opções disponíveis no mercado. Uma delas, o atual queridinho das melhores clínicas de dermatologia, é o Ulthera, o primeiro e único sistema não invasivo de lifting aprovado pelo FDA e pela ANVISA para tratamento estético facial. O aparelho dá aquela “levantada” no rosto, elimina rugas e estimula a produção de colágeno.

Com tecnologia baseada em ultrassom micro focado, o Ulthera aquece as camadas mais profundas da pele – até 4,5mm, no lugar exato para retardar a flacidez e melhorar a elasticidade da pele. De acordo com a dermatologista Paula Chicralla, o tratamento é ideal para aqueles pacientes com flacidez leve a moderada e que não querem se submeter à cirurgia. “ O ultrassom microfocado pode ser feito em qualquer época do ano”, explicou, lembrando que o resultado dura cerca de seis a 12 meses.

O aparelho é indicado para quem quer se manter firme diante do temido efeito da gravidade. O tratamento pode ser realizado no rosto, pescoço, colo e pálpebras, além de outras partes do corpo, como nádegas, joelhos, barriga ou braços. Procure um dermatologista para mais informações. Ele é o profissional adequado para cuidar da sua pele!