O verão foi embora. A pele está mais bronzeada, o cabelo ressecado e manchas novas apareceram pelo corpo. Depois de aproveitar o sol forte da estação mais quente do ano, é hora de voltar ao consultório dermatológico para tratar os estragos causados pela exposição aos raios solares. Os sintomas mais comuns são pele desidratada e desvitalizada, manchas no rosto, oleosidade excessiva, acne, lábios e pés rachados e vermelhidão por queimadura.

Com o fim do verão e o início do outono, aumenta a procura por tratamentos que revertam as manchas e revigorem a pele. As manchas causadas pelo sol podem se manifestar de diversas formas, tais como melasmas, manchas senis e sardas. Segundo a dermatologista Paula Chicralla, o melhor tratamento ainda é a prevenção. “O uso do filtro solar, além de evitar o aparecimento das manchas, previne o surgimento de rugas e é fundamental no combate ao câncer de pele”, explica.

No entanto, para as manchas já existentes, há diversos tratamentos que podem minimizar e até reverter os problemas causados pelo sol. A Clínica Paula Chicralla oferece uma infinidade de opções de tratamentos faciais e corporais. Entre eles estão o Laseres Fracionados, o Spectra e a Luz Intensa Pulsada, que removem rugas e manchas. Além disso, peelings como o Peeling Químico e o Peeling de Cristal também podem ajudar no tratamento da pele maltratada pelo sol.

Segundo a dermatologista, antes de escolher o tratamento pós-verão, é fundamental buscar a ajuda de um profissional qualificado que possa indicar qual o melhor procedimento para o seu caso. “O dermatologista vai analisar a sua pele e dizer qual é o tratamento que melhor pode resolver o problema”, explica. Assim, com a pele mais bonita, hidratada e sem manchas, você vai estar mais confiante e pronta para curtir as próximas estações.